DE 14.12.2018 a 14.12.2018

SESSÃO EM HOMENAGEM AOS 50 ANOS DE O BANDIDO DA LUZ VERMELHA

Em comemoração aos 50 anos de O Bandido da Luz Vermelha, a Cinemateca Brasileira convida para a sessão especial ao ar livre e gratuita, com projeção no suporte original 35mm, de O Bandido da Luz VermelhaB2 – curta-metragem montado por Rogério Sganzerla e Sylvio Renoldi a partir de sobras de materiais em 2000 –, e Luz nas trevas – A volta do Bandido da Luz Vermelha, de Helena Ignez e Ícaro C. Martins, continuação do filme a partir de roteiros escritos originalmente por Rogério e confiados a Helena, sua companheira de vida e cinema por mais de 35 anos.

Desde seu lançamento, O Bandido da Luz Vermelha, de Rogério Sganzerla, se tornou uma das referências da filmografia brasileira. Um cinema popular e arrojado, sintonizado com as pesquisas estéticas do período, O Bandido da Luz Vermelha foi lançado em 42 salas de cinema em São Paulo e teve o custo de sua produção pago em uma semana, sucesso popular que atingiu três milhões de espectadores à época.

O filme foi precursor de uma mudança estética no nosso cinema, um sucesso focado na população marginalizada que vivia na região urbana de São Paulo, seguida por vários cineastas, como Carlos Reichenbach, João Callegaro e Ivan Cardoso, que adotaram elementos semelhantes em seus filmes. O humor debochado, a montagem fragmentada, as locuções de rádio e os diálogos entre a cultura erudita e popular e com as demais expressões artísticas do período: a música de Gal Costa e Gilberto Gil; as artes plásticas, com Lygia Pape e Hélio Oiticica; e o teatro, com Zé Celso. A dupla protagonista, Paulo Vilaça e Helena Ignez, apresenta performances antinaturalistas, contrastantes com o estilo habitual da época.

The Wellington Film Society, na Nova Zelândia, elegeu O Bandido da Luz Vermelha como um dos 100 maiores filmes da história. E o filme foi indicado pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade. No contexto brasileiro, é um dos títulos mais citados em votações de melhores filmes e é cada vez mais popular entre novas gerações de espectadores.

A Cinemateca agradece a Mercúrio Produções e a Helena Ignez, Sinai Sganzerla e Djin Sganzerla por cederem suas cópias para esta comemoração

A sessão tem entrada gratuita. Das 19h até o término da sessão, teremos à venda cervejas e bebidas quentes no deque da tela externa.

Sexta

14.12.2018 | 20:00

Tela Externa

O Bandido da Luz Vermelha

Sinopse

Marginal paulista coloca a população em polvorosa e desafia a polícia ao cometer seus crimes desconcertantes. Numa de suas incursões, conhece a provocante Janete Jane, famosa em toda a Boca do Lixo, por quem se apaixona. Clássico do cinema moderno brasileiro que toma como ponto de partida um caso policial de grande repercussão à época de sua realização.

Ficha Técnica

Direção: Rogério Sganzerla
Ano de Produção1968
Cromia: Preto e Branco
Duração: 92
Formato de Exibição: 35mm
Formato Original: 35mm
Título Original: O Bandido da Luz Vermelha
País de Origem: São Paulo, Brasil
Elenco: Paulo Villaça, Helena Ignez, José Marinho, Luiz Linhares, Sérgio Hingst, Sonia Braga

Sexta

14.12.2018 | 20:00

Tela Externa

B2

Sinopse

Curta-metragem com cenas inéditas de “O Bandido da Luz Vermelha”, produzido para a programação da 1ª edição da mostra “Cinema marginal e suas fronteiras”, 2001, em São Paulo. Montado por Sganzerla e Sylvio Renoldi.

Ficha Técnica

Direção: Rogério Sganzerla
Ano de Produção2001
Cromia: Preto e Branco
Duração: 11′
Formato de Exibição: Arquivo digital
Formato Original: 35mm
Título Original
País de Origem: São Paulo, Brasil
Elenco

Sexta

14.12.2018 | 20:00

Tela Externa

Luz nas trevas – A volta do Bandido da Luz Vermelha

Sinopse

A história de Luz Vermelha, lendário ladrão de São Paulo. Seu filho, o bandido Tudo-ou-Nada, é o fio condutor dessa história política e existencial. Adorado pelas mulheres, este Don Juan de segunda classe comete roubos a fim de desfrutar de uma ampla variedade de prazeres materiais, seguindo os passos de seu pai.

Ficha Técnica

Direção: Helena Ignez e Ícaro C. Martins
Ano de Produção2010
Cromia: Colorido e P&B
Duração: 83′
Formato de Exibição: 35mm
Formato Original: 35mm
Título Original
País de Origem: São Paulo, Brasil
Elenco: Ney Matogrosso, André Guerreiro Lopes, Djin Sganzerla, Sandra Corveloni, Bruna Lombardi, Paulo Goulart, Maria Luísa Mendonça, Simone Spoladore, Helena Ignez. Narração: Ney Latorraca, Helena Ignez, Gilcivan Carvalho